Carlos Antonio Gomes: Líder Dedicado do Lar das Moças Cegas

Acessibilidade 04/06/2024

Carlos Antonio Gomes: Líder Dedicado do Lar das Moças Cegas

Uma Vida de Dedicação ao Lar

Carlos Antonio Gomes, líder dedicado do Lar das Moças Cegas, é conhecido carinhosamente como Calucho, praticamente cresceu no Lar das Moças Cegas. Filho de Carlos Inocêncio Gomes, que presidiu a instituição por 25 anos, Calucho viveu parte de sua infância nas instalações do Lar. Essa proximidade desde cedo moldou sua visão e dedicação à instituição.

Três Décadas de Liderança

Carlos Antonio Gomes está à frente do Lar das Moças Cegas há 38 anos, durante os quais ele implementou uma gestão focada na sustentabilidade e na excelência do atendimento. Seu objetivo sempre foi garantir o assistencialismo de qualidade aos mais de 380 assistidos, preparando a instituição para ser uma referência não apenas em Santos, mas em toda a região metropolitana.

Foco na Sustentabilidade e Excelência

Sob a liderança de Calucho, o Lar das Moças Cegas alcançou um novo patamar de reconhecimento e qualidade. Ele se empenhou em tornar a instituição autossustentável, garantindo que os serviços de Saúde, Educação e Serviço Social fossem oferecidos com excelência. Esse esforço foi recompensado com o prêmio Top of Mind Tribuna, reconhecendo o Lar como a entidade filantrópica mais lembrada.

Gestão Próxima e Humana

Carlos Antonio Gomes é conhecido por sua gestão arrojada e profissional. No entanto, ele nunca perdeu a proximidade com os colaboradores, voluntários e assistidos do Lar. Calucho está presente todos os dias na instituição, acompanhando de perto cada projeto e atividade. Essa presença constante e atenção aos detalhes garantem que o Lar continue a proporcionar um ambiente acolhedor e eficaz para todos.

Impacto e Legado

A dedicação de Calucho transformou o Lar das Moças Cegas em um modelo de excelência e sustentabilidade, impactando positivamente a vida de muitas pessoas com deficiência visual. Sua liderança e comprometimento asseguram que o Lar continue a cumprir sua missão de habilitar, reabilitar e incluir socialmente seus assistidos, promovendo sua independência e qualidade de vida.

Carlos Antonio Gomes, ou Calucho, é mais do que um presidente; ele é uma figura essencial na história e no presente do Lar das Moças Cegas. Seu trabalho incansável e seu amor pela instituição fazem dele um líder exemplar, cuja influência será sentida por muitos anos.

História do Lar das Moças Cegas

O Lar das Moças Cegas é uma instituição sem fins lucrativos que atende gratuitamente cerca de 400 pessoas cegas e com baixa visão. Fundado em 18 de abril de 1943, o Lar tem como missão habilitar, reabilitar e incluir socialmente pessoas com deficiência visual, promovendo sua independência. Com três setores principais de atendimento – Educação, Saúde e Serviço Social – o Lar atende desde o primeiro mês de vida até a terceira idade.

WAT em parceria com LMC

(11) 94720-5606

Fale por Whatsapp

Pular para o conteúdo